Pular para o conteúdo principal

Estado democrático do dinheiro.

Por Paulo Henrique Amorim
A mulher é esfaqueada dentro da loja e a prova não vale porque a câmera que filmou o esfaqueamento não tinha autorização para operar !!! Quá, quá, quá !!!
Com base no excelente artigo de Leandro Fortes na Carta Capital, o amigo navegante Aurélio Buarque de Espanha ofereceu à WicKepedia o verbete “Daniel Dantas”, que se segue.
O Deputado Protógenes está sendo investigado com base em uma afirmação provavelmente falsa da mulher do Gurgel e dele, de que uma busca e apreensão em sua casa teria obtido 280 mil reais em dinheiro.
E a denúncia do deputado, da tribuna da Câmara, na votação da MP do Portos, em que Dantas esteve “presente”, in absentia.)
O juiz (?) que autorizou a busca e os documentos da busca negam a afirmação da PGR. O Deputado mostrou isso para o Toffoli em uma certidão. Apesar disso, a investigação segue.
Ninguém pergunta ao PGR e sua esposa porque eles mudaram de ideia tão radicalmente.
Por que essa mudança veio depois de uma petição do Daniel Dantas e de uma visita dos advogados do Dantas ao Procurador Geral, que os recebeu mesmo sem serem parte do processo?
Isso não interessa.
O que interessa é afirmar que, ao se rebelar contra uma investigação indevida, o Deputado Protógenes estaria “com medo” da investigação. Essa é a linha do PGR.
Sobre os pontos acima vide:
http://www.jornalggn.com.br/blog/as-suspeitas-que-protogenes-lancou-sobre-a-procuradoria-geral-da-republica
http://www.jornalggn.com.br/blog/juiz-ali-mazloum-nega-apreensao-de-dinheiro-na-casa-de-protogenes
http://www.jornalggn.com.br/blog/gurgel-recebeu-advogados-de-dantas-que-nao-fazia-parte-do-processo
Ou seja, na “Justiça de Dantas” o Deputado Protógenes é CULPADO ATÉ QUE SE PROVE INOCENTE.
Mas na mesma “Justiça de Dantas”, ele, Dantas, é INOCENTE ATÉ QUE SE PROVE CULPADO, E MESMO QUE SE PROVE QUE ELE É CULPADO, NADA VALE.
Assim, não se vê o PGR argumentar que Dantas tem “medo da investigação da Satiagraha”.
Por que ele, Dantas, nunca se defendeu dos gravíssimos crimes que ele cometeu revelados pela Satiagraha.
Ele sempre atacou o Delegado, o MP, o Juiz, a ABIN, o jornalista Paulo Henrique Amorim e o empresário Demarco tentando sempre anular a verdade.
Nesse processo de anulação da verdade, o 1 milhão de reais colocado na mesa para subornar um delegado da PF não vale.
É como se o Dantas, só por ilustração, tivesse esfaqueado uma mulher dentro de uma loja e a câmera da loja tinha filmado tudo. A mulher morre mas o Dantas não pode ser processado pelo assassinato porque a câmera da loja não tinha autorização judicial para filmá-lo.
Mas eu vi! Foi ele que matou! Estou vendo o filme agora! Tá no Jornal Nacional! …
Mas não vale! A prova é ilícita!
Então, sem essa prova ele não pode ser processado.
Pode continuar matando à vontade …
(Amigo navegante, esse argumento é muito bom ! Que pena eu não tenha pensado nele. Vou passar a usar e dizer que é meu … – PHA)
Assim na “Justiça do Dantas”, ele é vítima de tudo. E ainda vai processar o dono da loja que colocou aquela câmera lá, por invasão de privacidade. Por ter filmado o assassinato.
E os HDs da Satiagraha?
As gravações mostrando corrupção de jornalistas e políticos?
E os emails?
E todo o material apreendido que revela um caminhão de crimes cometidos por Dantas e sua turma?
Não … nada disso pode valer, senão (ameaça no ar), “a República cai”.
(Será que o Eros Grau ainda está sentado em cima dos documentos que o Protógenes apreendeu na parede falsa do apartamento do Dantas ? Aqueles que o Grau sequestrou do destemido Juiz De Sanctis , numa violência  sem precedentes. Ou outro egrégio ministro o substituiu na acrobacia ? – PHA)
Mas, para a Justiça Britânica, Dantas é um mentiroso, é um falsificador de fichas bancárias!
Mas isso não importa para o Brasil.
(A ponto de o Banco Central promover o “banco” do Dantas – PHA)
Os tratados internacionais do Brasil só valem quando Dantas quer manipular um inquérito inócuo onde ele atuou na Itália (com a ajuda do atual Ministro zé da Justiça da Dilma).
Mas … mas … a Veja confessou que o Dantas passou para ela contas falsas no exterior, do Lula enquanto Presidente da República, e de diversas outras autoridades.
Foi aberto um inquérito. Onde está o inquérito? O gato comeu?
Mas … mas … mas … mas … o Dantas não foi indiciado por espionagem na CPI do Grampo?
E não foi denunciado por espionagem da Kroll e de um israelense?
Mais um caminhão de provas que não interessam?
Mas … mas … mas … o Dantas não foi o maior financiador da Caixa Dois do PT?
(Fala, Pizzolatto, fala ! – PHA)
Não foi o originador do Mensalão do PSDB de Minas?
Não foi a Telemig Celular do Dantas “a origem” do valeriodantas ?
Vai ser todo mundo preso por receber dinheiro, mas ninguém prende quem deu o dinheiro?
Mas o Dantas também não está por trás da batalha para aprovar a MP dos Portos?
Tem alguma investigação devido as denúncias do Garotinho de que o Dantas estaria “aliciando” Deputados com propostas “nada republicanas”?
Nada vale contra o Dantas.
Tudo vale a favor.
E isso sempre passa pelos mesmos juízes, pelos mesmos jornalistas, pelas mesmas instituições, sempre com um advogado no meio e ninguém pergunta por que esse advogado recebe 100 vezes mais do Dantas do que recebe pelo mesmo serviço de outra pessoa.
Por que o Dantas paga 100 vezes mais do que o mercado?
Será que a balança pesa para o Dantas porque ele é um “santinho”?
Uma vítima de mais de 20 delegados, 20 juízes (alguns ingleses), 20 promotores, 50 deputados, dois ou três jornalistas de … roxo etc, etc, etc, todos “aquadrilhados” numa  “perseguição ao coitadinho”, protagonista das infinitas provas contra ele, que ele tenta destruir.
Tá tudo muito escancarado.
Na Ditadura Militar, a restrição aos direitos individuais era escancarada e , portanto, o inimigo torturador era visível.
Na época da Ditadura do Dinheiro, as ameaças se escondem por trás de Instituições aparentemente idôneas e se fala em “Constituição” e em “Estado Democrático de Direito”, mas cometem-se barbaridades semelhantes.
Todo mundo vê que tem algo errado e quando se prova, não vale.
É o “Estado Democrático do Dinheiro”!
Assinado: Aurélio Buarque da Espanha

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Noam Chomsky: “As pessoas já não acreditam nos fatos”

Prestes a fazer 90 anos, acaba de abandonar o MIT. Ali revolucionou a linguística moderna e se transformou na consciência crítica dos EUA. Visitamos o grande intelectual em seu novo destino, no Arizona Por JAN MARTÍNEZ AHRENS Noam Chomsky (Filadélfia, 1928) superou faz tempo as barreiras da  vaidade. Não fala de sua vida privada, não usa celular e em um tempo onde abunda o líquido e até o gasoso, ele representa o sólido. Foi detido por opor-se à Guerra do Vietnã, figurou na lista negra de Richard Nixon, apoiou a publicação dos Papéis do Pentágono e denunciou a guerra suja de Ronald Reagan. Ao longo de 60 anos, não há luta que ele não tenha travado. Defende tanto a causa curda como o combate à mudança climática. Tanto aparece em uma manifestação do Occupy Movement como apoia os imigrantes sem documentos. Preparado para o ataque.Mergulhado na agitação permanente, o jovem que nos anos cinquenta deslumbrou o mundo com a gramática gerativa e seus universais, longe de descansar sobre as glóri…

25 anos sem Chico Mendes

Por Felipe Milanez Morto em 22 de dezembro de 1988, Chico Mendes deixou um legado de intensa disputa política e é fonte de inspiração para movimentos sociais pelo mundo Chico Mendes queria viver para salvar a Amazônia Foto de Chico Mendes em sua casa, poucos meses antes de morrer. Na sua última entrevista, concedida a Edilson Martins, ele dizia que queria viver para salvar a Amazônia, pois sabia que a impunidade era o lugar comum das mortes na região Na noite de 22 de dezembro de 1988, uma semana após completar 44 anos de idade, Chico Mendes foi alvejado por um tiro de escopeta no peito, na porta de sua casa, em Xapuri, Acre, enquanto saía para tomar banho (o banheiro era externo). No interior da casa, os dois guarda costas responsáveis por cuidar da sua segurança, da polícia militar, jogavam dominó e fugiram correndo ao escutar o disparo. A tocaia foi armada pelo fazendeiro Darly Alves e executada por seu filho, Darcy, junto de um outro pistoleiro. A versão que se tornou oficial da morte…

Britânicos querem reestatizar empresas

Jornal GGN - Mais de 70% são favoráveis a nacionalização de água, eletricidade e ferrovias; centro de pesquisa desenvolve estudos para reestatização a custo zero. 

O Reino Unido foi considerado a Meca das privatizações nos anos 80, mas em 2018, os britânicos querem de volta o controle estatal de serviços essenciais. Segundo levantamento feito no Reino Unido, 83% são a favor da nacionalização do serviços de abastecimento e tratamento de água; 77% de eletricidade e gás e 76% a favor da nacionalização das linhas de transporte ferroviário. O "Estado mínimo" se mostrou uma bomba-relógio social. A reestatização de todas essas empresas, incluindo a Thames Water, responsável pelo abastecimento na Grande Londres, custaria ao governo do Reino Unido algo em torno de 170 bilhões de libras. Mas um trabalho desenvolvido pela Big Innovation Centre cria um modelo de contrato onde a Grã-Bretanha conseguiria retomar o controle das empresas sem gastar um centavo. Isso seria possível com uma no…