sábado, 15 de junho de 2013

Concentrador de células solares obtém a maior taxa de eficiência de conversão do mundo

Da Redação GGN
Jornal GGN – A Sharp atingiu a maior taxa de eficiência de conversão solar do mundo, de 44,4%, usando um concentrador de células solares compostas de tripla junção.
A medição do valor que estabelece o recorde de eficiência de conversão concentrada do mundo  foi confirmada no Instituto Fraunhofer para Sistemas de Energia Solar (ISE), na Alemanha.
Essas células são usadas em um sistema concentrador baseado em lente, que foca a luz solar sobre as células para gerar eletricidade.
A descoberta surgiu por meio de pesquisa e desenvolvimento (P&D), parte do projeto "P&D em células solares inovadoras", promovido pela New Energy and Industrial Technology Development Organization (NEDO), agência do governo japonês que promove a competitividade industrial no país.
Células solares compostas geralmente obtêm uma alta eficiência de conversão quando utilizam camadas de fotoabsorção feitas a partir de compostos de vários elementos, como índio e gálio.
Os concentradores de células solares de tripla junção da empresa usam uma tecnologia patenteada que faz a conversão eficiente da radiação solar em eletricidade por meio de uma pilha de fotoabsorção de três camadas, cuja extremidade inferior é feita de InGaAs (arsenieto de gálio índio).
Para alcançar uma eficiência de conversão concentrada de 44,4%, a Sharp ampliou a superfície de células concentradoras eficazes para garantir a uniformidade da largura na interface do concentrador de células e eletrodos conectados.
Graças a sua alta eficiência de conversão, as células solares compostas até agora têm sido usadas principalmente em satélites espaciais. De olho no futuro, a empresa pretende aproveitar esse sucesso de desenvolvimento e usar células solares compostas mais viáveis em aplicações terrestres.
Com informações do Phys.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário